Assessoria de Comunicação Social

Portal AVOL
Clipping de 18 de março de 2009
AVOL - Antonio Viana OnLine

Iniciativa cearense tem reconhecimento nacional
Procurador recebe convite de Fórum Nacional para expor programa implantado no Ceará. O Peteca será apresentado em reunião ordinária, em Brasília, dia 26

Depois de mencionado no site da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Peru, o Peteca recebe mais um reconhecimento, desta vez de âmbito nacional. O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) enviou ao procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima convite para uma exposição sobre o Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca).

O evento do FNPETI está agendado para o dia 26 deste mês, em Brasília. Será a primeira reunião ordinária da entidade de 2009. "Ressaltamos que o convite do Fórum Nacional é um reconhecimento do programa Peteca como uma boa prática no enfrentamento da exploração do trabalho infantil e da liderança do procurador na coordenação desse processo", afirma a secretária executiva do FNPETI, Isa Maria de Oliveira, que subscreve o convite.

O Peteca é um programa de educação continuada implantado no Ceará no final de outubro último, por meio da parceria entre o Ministério Público do Trabalho, a Universidade Federal do Ceará e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-Ceará). Tem como objetivo capacitar professores do ensino fundamental de escolas das redes municipais para a abordagem do tema trabalho infantil em sala de aula.

O programa se constitui de três etapas. Na primeira, realizada em Fortaleza, entre os dias 20 e 24 de outubro, coordenadores pedagógicos municipais de 51 cidades cearenses participaram do curso de capacitação de 40 horas/aulas. Na etapa seguinte, que vem sendo adotada desde janeiro nos próprios municípios participantes, estes coordenadores pedagógicos municipais estão repassando os conhecimentos adquiridos no curso em oficinas de multiplicação (20 horas/aulas) para coordenadores pedagógicos escolares, que ficarão responsáveis pelo desenvolvimento do tema nas salas de aula no decorrer deste semestre (a terceira etapa do Peteca). Em cada etapa, os participantes produzem relatórios de atividades, planos de aula e fotografias das oficinas como registro encaminhado à coordenação estadual do Programa.

Além do conhecimento sobre a legislação referente ao trabalho infantil no Brasil e sobre o sistema de garantia de direitos disponível aos cidadãos, os professores recebem orientações pedagógicas e sugestões de atividades para realização em sala de aula (12 horas/aula). Após a abordagem do tema nas escolas, os alunos serão estimulados a produzir trabalhos em diversas categorias (composições, ilustrações, esquetes teatrais etc) que serão objeto de exposição e concorrerão a prêmios. O anúncio dos vencedores no âmbito estadual deverá ocorrer em junho próximo, por ocasião do Dia Nacional e Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.


Retorna à Página Anterior
Retorna à Página Inicial