21 de janeiro de 2013

Futebol cearense: Acordo entre Federação e MPT garante intervalo entre jogos

A partir de 2015, as competições profissionais chaceladas pela Federação Cearense de Futebol (FCF) terão mudanças. Em audiência entre a entidade e o Ministério Público do Trabalho (MPT) no último dia 17 de janeiro, ficou acordado o intervalo de 66 horas entre as partidas. Este intervalo não estava sendo respeitado desde o ano passado e gerou reclamações do Sindicato dos Atletas e de clubes que votaram contra as datas. A exceção será em cancelamento de jogos, que poderão ser remarcados em um menor intervalo de horas.
 
Além disso, a parada técnica obrigatória, que foi implantada no estadual de 2014, agora só existirá em partidas iniciadas antes das 16 horas. A FCF informou que só ocorrerão jogos antes deste horário em estádio que não tenha iluminação artificial. Neste caso, segundo a entidade, será permitido o início da partida às 15h30m.

Por meio do site oficial, a Federação garantiu que as alterações serão incluídas no Regulamento Geral das Competições de 2015 e Regulamento Específico da próxima Série A do Campeonato Cearense.

Fórmula desgastante

A tabela oficial do Cearense de 2014 começou no dia 5 de janeiro. A primeira fase, sem Ceará e Guarany de Sobral, que jogam a Copa do Nordeste, neste período, termina em 23 de fevereiro.

Um exemplo do calendário desgastante está entre a 4ª e a 6ª rodada, quando a maioria das equipes jogará três vezes em um espaço de seis dias.

Na primeira fase, nove times jogam entre si, em jogos de ida e volta. Os quatro melhores avançam à segunda fase. Os dois primeiros levam pontos de bonificação. Esses quatro se juntam à Ceará e Guarany de Sobral. Já na segunda fase, também com partidas de ida e volta, os quatro melhores vão à semifinal. Semifinal e final serão jogadas em mais quatro datas.


Outras informações: Assessoria de Comunicação Social da PRT-7ª Região
Jornalista responsável: Elton Viana – Tel.: (85) 3462-3462 - Reg. Prof. CE 1281 JP